Duarte de Armas
Duarte de Armas foi um escudeiro e um "debuxador" da Coroa Portuguesa, no século XV. Sabes o que é um debuxador? Um desenhador! Ainda hoje, em na língua espanhola, "desenho" escreve-se "debuxo". E à época de Duarte de Armas, a língua que se falava em Portugal era o galaico-português, muito parecida com o castelhano.
Outras informações importantes:

Sabias que...

... ... há três gravuras de Sintra feitas por Duarte de Armas?
Sabias que
Duarte de Armas
Para os meus pais e professores
lerem comigo
Duarte de Armas ou Duarte d'Armas nasceu em Lisboa em 1465.

Foi escudeiro da Casa Real, ostentando ainda o ofício de "debuxador".

O rei D. Manuel I conferiu-lhe a tarefa de fazer o levantamento do estado das fortificações da fronteira com Castela, "o que fez em planta e em panorâmicas, com as respectivas medidas, sinais cartográficos e notas explicativas, de Castro Marim a Caminha" (sic: Wikipédia").

Este trabalho fica reunido em dois volumes, organizados pelo próprio autor mas não nomeado. Futuramente será conhecido por Livro das Fortalezas e, num dos volumes ("Códice B") estão três vistas de Sintra embora esta localidade não seja nem fronteiriça, nem as imagens reportem directamente fortalezas (se exceptuarmos o apontamento/pormenor do Castelo dos Mouros)

Nada se sabe sobre a sua morte, quando e onde ocorreu.

 
Se encontrares algum erro nesta página ou se tiveres mais alguma informação, contacta-nos.
Também podes contribuir com a tua criatividade: envia-nos os teus textos e/ou ilustrações! Vê como aqui.